Quais profissionais podem atuar no setor da estética




O Brasil é o quarto país no mercado da beleza e cuidados pessoais do mundo, ele acordo com o provedor de pesquisa de mercado Euromonitor International. Segundo um levantamento feito pela empresa GetNinjas, de 2019 para 2020 teve um aumento de 54% e em 2021, de acordo com a procura na Clinic, vemos que será um ano promissor.


Neste post abordaremos os seguintes tópicos:

- Mercado da beleza e Harmonização facial e corporal

- Quais profissionais estão regulamentados para trabalhar na estética

- Qual cenário atual do mercado e projeções

- Cursos para especialização do profissional



Como podemos perceber, o mercado da estética está bem aquecido. Mas é importante para o profissional, saber de que forma podem atuar na estética e quais são os requisitos que o qualificam para tais procedimentos.


Mercado da beleza e Harmonização facial e corporal


O setor da estética é promissor. Há quem diga que deixa de comer mas não deixa de fazer seu Botox em dia. Brincadeiras a parte, notamos que o mercado que antes era elitizado, agora está acessível a quase todos os públicos. Os valores podem ser os mesmos praticados antigamente, mas hoje há uma grande facilidade em encontrar os procedimentos mais avançados em clinicas de estética do bairro, coisa que há 10 anos atras só era possível em chiques consultórios dermatológicos.


O tratamento em foco do momento é a harmonização facial. Se a beleza cresceu, a harmonização voou. Com isso despertou o interesse de profissionais não médicos para estes procedimentos pois a busca dos clientes nas clinicas é uma forte tendencia.

Representa 80% dos alunos da Clinic, os profissionais que eram da área da saúde e que estão buscando se capacitar para adentrar o mercado da beleza. A rotina em uma clinica de estética alem de gratificante também é recompensadora financeiramente.


Quais profissionais estão regulamentados para trabalhar na estética


A estética pode ser separada em dois grandes grupos, os injetáveis (procedimentos minimamente invasivos que se utilizam de agulhas e passam a barreira da epiderme) e os não injetáveis (procedimentos em aplicação de produto dentro do tecido).


Os médicos tem regulamentação para atuarem na área da estética injetável facial e corporal, assim como os biomédicos e farmaceutas estetas. Já os dentistas podem trabalhar apenas rosto e pescoço, não podendo atuar em corpo e capilar. Os enfermeiros precisam se atualizar constantemente sobre novas permissões para área da estética, pois podem trabalhar apenas com alguns dos procedimentos injetáveis. Os biólogos são os novos profissionais da área da saúde que podem trabalhar no setor. E as fisioterapeutas devem acompanhar seu Conselho Regional, pois há um movimento para que seja liberado e regulamentado ao que se diz respeito aos procedimentos injetáveis.


Qual cenário atual do mercado e projeções


A rotina em uma clinica de estética é uma delicia. Ver sorrisos de felicidade e lagrimas de quem está se amando novamente não tem preço, e este é o cenário que te aguarda no mercado da beleza e estética.

Há quem entre na profissão pelo retorno financeiro, mas não aconselho. Temos tickets médios altos, altas margens de lucro bruto e muita liberdade profissional quando trabalhamos com estética, mas visar somente o lado financeiro pode não ser um bom caminho. isso porque, como em qualquer profissão, lidamos com intercorrências no dia a dia e o amor a profissão é o que te tornará um profissional solido e em busca de sucesso.


Cursos para especialização do profissional


quem entra para o mercado da estética deve gostar de estudar, isso porque o setor se atualiza com uma velocidade impressionante. Além disso, para a habilitação do profissional, cada conselho naturalmente já exige uma carga horária na estética.


Conversamos com o Dr. Rodrigo, advogado especializado na área da saúde, sobre os cursos na área da estética:


"Os cursos livres são ofertados para que haja desenvolvimento profissional aos profissionais, não sendo um modelo de habilitação a execução de qualquer atividade profissional. Esta função é oriunda da ação dos conselhos de classes das respectivas profissões. Assim, os cursos extra curriculares objetivam a capacitação e a atualização do profissional, a habilitação/autorização para a execução da atividade profissional é de atribuição dos respectivos conselhos de classe que habilitam estes profissionais. Mesmos os cursos de pós graduação (especializações) devem passar pelo crivo dos conselhos o fato de realizar uma Especialização em Estética, sem o registro desta no respectivo conselho de classe e por consequência, a habilitação desta especialização, não autoriza a execução desta atividade ao profissional."


Silva & Reis Assessoria Jurídica | Especializado em Direito da Saúde e Gestão Jurídica em Serviços de Saúde | OAB 446.771 | Contatos: (11) 982611262 - (11) 979540733






SAIBA MAIS SOBRE A CLINIC CURSOS

A Clinic é uma escola especializada em cursos na área da beleza. Ministra cursos de procedimentos estéticos injetáveis como harmonização facial, fios de sustentação, bioestimuladores de colágeno, PEIM, e intradermoterapia. Existe há mais de 3 anos e já formou mais de 2000 profissionais através de professores extremamente qualificados. Sua cultura é acompanhar o aluno até que atinja o sucesso profissional, e para isso não mede esforços em criar ações inovadoras no pós curso para melhor suporte.

Oferecemos conhecimento de alto nível com preço justo! Amamos receber depoimentos dos alunos e nos colecionamos avaliações 5 estrelas =)


CLIQUE AQUI E CONVERSE NO WHATSAPP PARA MAIS INFORMAÇÕES


Clinic Cursos - São Paulo SP



Responsável técnico: Dra Paula Caroline Garcia CRBM 32624 - Esteticista; Biomédica esteta; Docente de cursos; Palestrante sobre saúde e autoestima em empresas como Santander, Leroy Merlin etc; Escritora de colunas para revistas de estética; CEO e Coordenadora pedagógico da Clinic Cursos e CEO da Clinic Biomedicina estética; possui experiencia de mais de 11 anos no mercado.


9 visualizações0 comentário